terça-feira, 31 de maio de 2022

Aportes e atualização patrimonial - maio de 2022

Saudações,  confraria da melhor blogosfera do Brasil!

O ano está passando voando, mas o mês de maio passou devagar, pelo menos para mim! 

Chegamos à metade do ano, e de um ano de eleição, ainda por cima! Os ativos-chave de nossa bolsa ficarão cada vez mais voláteis... Isso pode criar oportunidades para comprarmos boas empresas a preços mais baixos que o normal (não necessariamente baratos, mas mais baixos que o normal).

Veremos!

Agora, segue a atualização mensal, expressa em Coroas, a moeda oficial do blog:


Aumento acumulado de 108,6% desde o início da série histórica, em junho de 2021 (notem que só me importa a variação desde o começo, e não a variação mês a mês)


Lentamente vamos chegando à TF... lembrem-se sempre que no mundo das finanças o que importa é o binômio aporte + tempo


Os aportes ainda estão me protegendo de ter quedas no patrimônio. Mas isto se tornará cada vez mais difícil, conforme aumenta a participação de renda variável no portfolio.

O plano de fazer meu mini-ETF continua. Este mês comprei mais 5 ativos, conforme veremos abaixo. 

Fiquei pasmo com algumas coisas que li na internet sobre ETF x stock picking: li um argumento horroroso de um cara que era contra investir em ações individuais. O sujeito em questão disse que há um "custo de rebalanceamento elevado no stock picking", pois o investidor teria que ficar realocando seus recursos para equilibrar o portfolio... mas por quê? Por acaso ele acha que o pequeno investidor pessoa física tem que se guiar pelo ibovespa, sendo que o pequeno investidor pessoa física não precisa dar satisfação para ninguém a não ser a si mesmo? Será que ele pensa que o pequeno investidor deve tentar copiar um índice que é excessivamente concentrado em 10 empresas, não necessariamente boas? Eu, hein... Além disso, rebalanceamento se faz comprando o que estiver mais defasado, e não vendendo o que está mais adiantado...

Como sempre, nenhum ativo mencionado neste blog ou em qualquer de seus comentários é uma recomendação de compra. 

Ações  - comprei WIZS3, empresa do ramo de seguros. Acho uma área interessante. Vamos ver o que o tempo trará para esta seguradora. 

Além disso, comprei mais um pouco de CIEL3, aumentando minha aposta na empresa. Ainda representa muito pouco do meu patrimônio, em termos de valor efetivamente aportado (embora já tenha ultrapassado o valor que possuo em algumas das empresas da carteira principal, no valor de mercado). 

Com isso agora são 22 empresas na carteira. Rumo às 43! Cheguei na metade do caminho!

Segue o quadro com o valor (em coroas) em cada empresa (reforçando: nenhuma das empresas é recomendação de compra! Estudem por conta própria e tirem as próprias conclusões, ou perderão todo o seu dinheiro seguindo dicas de blogueiros anônimos!)

Este quadro precisará ser ampliado! (faltaram algumas ações nele, mas fiquei com preguiça de corrigir, então fica para o mês que vem completar o quadro!)

A maioria das empresas está na casa dos 4 ou 5% da carteira All Stars.


FIIs - a aquisição do mês foi o HGBS11, fundo de shopping centers (para dar um tempo dos fundos de logística), multi-imóvel e multi-inquilino. Com isso, tenho agora 15 FIIs na carteira. Sinceramente não sei se chegarei aos 23 que planejei inicialmente. Talvez este mês eu já comece a repetir FIIs da minha carteira, começando pelos que estão mais defasados.

(reforçando: nenhum dos FIIs abaixo é recomendação de compra! Estudem por si próprios e tomem as rédeas de suas vidas, com suas próprias conclusões! Nunca confiem em anônimos da internet! Eu sou só mais um curioso! Não sou profissional qualificado de investimentos!)



Provavelmente os aportes nos próximos meses irão ser concentrados nestes FIIs que estão abaixo de 6% do valor a carteira de FIIs.


Reserva de valor - aportei somente em BTC, e acabei aproveitando a queda (óbvio que não comprei no fundo do fundo, mas pelo menos serviu para dar uma reduzida no preço médio). As criptos ainda representam menos de 5% do meu patrimônio total, então não me importo tanto com o que acontece nessa parte e nem contabilizo isso no cálculo do patrimônio.

Renda fixa - precisei sacar mais um pouco da caderneta. Normal. Ainda não estou preocupado com a RE. Ainda avaliando a ideia de aportar em LCI ou LCA. Não excluo a possibilidade de aportar em títulos do Tesouro, mas ainda não me sinto muito confortável com a ideia.

Exterior - este foi o mês da indústria: o aporte do mês foi em Emerson Electric, empresa do setor de automação industrial, e em STAG, um REIT também  da área industrial/logística. Talvez na próxima atualização patrimonial eu coloque um quadro bonitinho de pixel art com os ativos que possuo no exterior. Muito legal, mas não recomendo que comprem nenhum destes ativos, pois sou apenas um curioso que compra ações e REITs com base em achismos e com base nos desenhos que aparecem na borra do chá que fica no fundo da xícara...

Renda Passiva - este mês marca um novo recorde para mim, com 7,82 coroas, quase dobrando o valor recebido no mês anterior. Tal montante se deve aos dividendos pagos pela Metal Leve SA e pela SLC SA. Claro que não espero receber tanto assim em junho, então vai demorar alguns meses até esse recorde ser quebrado.

Foi o primeiro mês em que os dividendos de ações superaram o valor recebido de aluguéis dos FIIs! 

Fora as empresas mencionadas, recebi dividendos e JCP também do Banco do Brasil, Grendene, Renner,  Totvs, Eztec, além dos pingados de sempre de Itaú e Bradesco. Esta é outra vantagem que estou percebendo na estratégia de diversificar em várias empresas: pode ser pouco, mas praticamente todo mês tem alguma empresa pagando dividendos e JCP. No mínimo, o efeito psicológico disso é bastante bom, pois me motiva a continuar aportando. Como sempre, não estou contando na renda passiva os juros da poupança.

O sonho de viver que nem um redneck cada vez mais próximo...




Trabalho - muito estresse, sofrimento e ansiedade, principalmente na segunda quinzena do mês, pois tive que cobrir as férias de um colega. Os meus colegas de trabalho parecem que sempre têm uns 50 dias de férias para tirar todo ano, e eu pareço que só tenho uns 5...Não sei se sou só eu, mas vocês também têm essa impressão?

Outra coisa que percebo: é muito ruim sair de férias e, logo na volta, ter que cobrir as férias de um colega. O que você vai se cansar vai fazer com que suas férias não tenham servido de nada. Ou pelo menos essa é a impressão que eu tenho. Por isso prefiro ser um dos últimos a tirar férias...

Fora isso, não era para a tecnologia facilitar o trabalho? Então por quê trabalhamos cada vez mais? Por quê não temos finais de semana de 3 dias, jornadas de trabalho de 6 horas, férias no padrão do poder legislativo (60 dias por ano), etc., etc. ?

Generalidades - em maio praticamente não acompanhei notícia nenhuma, então estou bastante por fora dos assuntos. Eu vi que o BTC sofreu uma grande queda (e até fiz um post aqui), e morreu pela enésima vez. As demais criptos (ao menos as sérias) seguiram o mesmo caminho. Pelo que vi, ainda não recuperou o patamar de mais de 200K reais. Será que isso um dia vai valer um milhão de reais?

Percebi que o dólar está abaixo dos 5 reais novamente (no momento em que escrevo isto o dólar está a 4,73). O que pode estar causando isso? Imagino que seja a impressora do FED, a guerra na Ucrânia (que ninguém mais fala), a alta dos juros americanos, etc. 

O que importa é que está mais barato para fazer remessas (imagina voltar no tempo para 2014 e dizer isso para alguém daquela época, que o dólar a 4,73 está barato...)

Fora isso, vi por alto que aconteceu o de sempre: celebridades falando bobagens, políticos fazendo lambanças, burocratas burocratizando, esquerdistas esquerdando, soyjaks sojando, etc.

Ou seja, não perdi nada ao não acompanhar as notícias...

Como foi o mês de maio para vocês, confrades?


Forte abraço! 

Fiquem com Deus!

36 comentários:

  1. Olá, mago! VOcê já leu a nova edição de senhor dos anéis?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, anon! Eu li "O Senhor dos Anéis" (os 3 volumes), "O Hobbit" e uma boa parte de "Silmarillion". Estou com o "Contos Inacabados" na minha estante há anos, e só li uns pedaços. Os livros que foram publicados mais recentemente (A queda de Gondolin, os Filhos de Hurin, etc.) eu não li nada e nem tenho.

      Excluir
  2. https://www.oficialfarma.com.br/melatonina-5mg-100-capsulas/p

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Mago! O ideal é rebalancear com novos aportes, mas depois de algum tempo e com o aumento do patrimônio fica difícil rebalancer só com aportes. Aí cada um tem que decidir se mantém o patrimônio desbalanceado ou balanceia com vendas. Grande abraço! VVI - vvibr.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pelo comentário, VVI! Em relação a ações e FIIs, eu prefiro não vender nada, a não ser para usar para inteirar o dinheiro para comprar uma casa ou um terreno. Então eu preferiria deixar desbalanceado pelo tempo que fosse, do que vender. Mas cada um sabe sua estratégia e cada um sabe o que é melhor para si. E, como eu sempre escrevo aqui, sou apenas um curioso. Não acredito que exista a "estratégia ideal". Cada caso é um caso!
      Abraço!

      Excluir
  4. Show Mago! Essa história do alto custo também não entendi, sendo que tem várias corretoras com custo zero pra ações atualmente. Único motivo que não faço meu próprio ETF é a quantidade de serviço pro imposto de renda, do jeito que tenho hoje já fico uns 3 dias catando coisas pra fazer tudo certo, acho que se fosse fazer meu ETF eu teria que contratar algum serviço pra me ajudar na declaração.

    E esse mês foi top de dividendos pra geral :)

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, bilionário!
      Hoje tem corretora de custo zero ou custo irrisório (a corretora que eu uso é a do meu bancão, que cobra 5 reais por operação, e às vezes menos, dependendo do valor da operação).
      Quanto ao imposto de renda, é só ser organizado. Eu tenho uma planilha de excel e também uso o Bastter system, e não tive dificuldade nenhuma com o IR esse ano. Bastter system é 400 reais por ano, ou algo próximo disso.
      Abraço!

      Excluir
  5. Olá, Mago.

    Esse gráfico de aumento de patrimônio está bonito.
    Também recebi bons dividendos. Mês de maio sempre é bom para mim.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Valeu, Cowboy! O gráfico representa o longo e constante caminho para a tranquilidade financeira!
    Pelo visto maio costuma ser bom pra todo mundo!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Mago,

    Concordo com suas visões sobre investimento e em especial os benefícios de ver a carteira recebendo pingados de dividendos quase todos os meses.

    Sobre férias eu sempre gosto de tirar no último mês possível antes de vencerem novamente e também odeio tirar férias e cobrir algum funcionário logo depois, prefiro é cobrir alguém e depois tirar férias.

    Abraços,
    Pi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, PI.
      Eu prefiro ser um dos últimos a tirar férias. Se for o primeiro da equipe a sair de férias, acontece isso de assim que voltar já ter que cobrir as férias do colega e aí se cansar em dobro, praticamente anulando o que se descansou...
      Bom mesmo é alcançar a IF e trabalhar só quando quiser... eu tiraria férias de 3 meses , pelo menos, todo ano...

      Excluir
  8. Grande mago, muito bom seu mes de maio.

    Fala um pouco mais da sua dificuldade de encontrar mais FIIs.., vc está esbarrando em quais critérios?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil explicar. É um misto de critério técnico (ex: teve um que eu vi com um passivo que valia mais de 50% do patrimônio) com um "não fui com a cara desse fundo". Além disso, não compro fundo de papel, o que já elimina vários potenciais candidatos.

      Excluir
  9. Mago, parabéns pelo excelente resultado mensal, e recorde de proventos. Maio foi muito bom pra mim também.

    Gostei da parte do seu texto sobre diversificação, para receber dividendos todos os meses. Concordo com você, pois isso permite ter, todos os meses, proventos "pingando" na conta.

    Acho que o segundo semestre vai ser de muita volatilidade na bolsa. Com as eleições aqui no Brasil, juros altos e possível retração da economia mundial, vai ser "tiro, porrada e bomba" no preço dos ativos, com os mercados reagindo de forma exagerada a cada notícia que sair.

    Sucesso,

    Abraço

    Sucesso,

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, João Dinheiro. O segundo semestre tem tudo para nossa bolsa ficar bastante volátil, especialmente as "ações-chave" como Petrobras, BB, Eletrobras, etc. E ainda tem essa questão do FGTS para comprar Eletrobras para adicionar ao "caldeirão" da bolsa... Devemos manter o foco no buy e também no hold!
      Abraço!

      Excluir
  10. Mago, a evolução dos seus dividendos parece estar bombando, parabéns.

    Sobre o trabalho, sabe porquê trabalhamos mais mesmo com o auxílio de todo o tipo de tecnologia? Por causa da era dos times "enxutos", que no bom português deveria ser chamado de era da PUTARIA (você paga o salário de uma pessoa pra ela fazer o trbaalho de 3).

    Abraço.
    https://engenheirotardio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era da putaria mesmo, Engenheiro. No meu trabalho, antes de eu chegar, tinha 3 pessoas para fazer o que eu faço, e eu não ganho a soma dos salários dos 3: ganho só uns 10% a mais do que o salário de um deles.

      Excluir
    2. vira servidor publico kkkkkkkkk

      Excluir
    3. No serviço público também tem essas putarias.
      Um monte de gente encostada e alguns que se dedicam pra valer. E há a desvantgem que os encostados não vão embora.
      Eu suporto meu emprego, não tenho mais nenhuma "ilusão" nem perspectivas quanto a ele, o que vier de positivo será lucro. Mas volta e meia me pego pensado em mudar de área.

      Excluir
    4. tem cargo q é bom tem cargo q é ruim
      simples assim

      Excluir
    5. Que tem cargo bom e ruim é fato. Mas não é só isso.
      Há o ambiente que nem sempre e bom, colega de trabalho FDP, politicagem e muito papo furado.
      Isso pode tornar até um cargo bom num serviço e rotina altamente desinteressante.
      Fora que o cargo bom de hoje pode ficar ruim depois de algum tempo.

      Excluir
    6. ai é so trocar de lotação
      ja troquei varias vezes
      ja troquei inclusive de cargo varios vezes em diferentes concursos
      sou servidor federal e nao tenho o que reclamar

      Excluir
    7. Sou servidor municipal, infelizmente não tenho como trocar, se pudesse já teria trocado a alguns anos.
      O serviço federal é em sua maioria onde estão as melhores carreiras do serviço público.
      Na maioria dos municípios a realidade é bem diferente

      Excluir
    8. Valeu, Scant e Anon!
      Cada vez mais eu percebo que o serviço público não é aquela maravilha toda que todos costumam falar e que ser sacaneado no emprego é inerente à situação de empregado, não importando se público ou privado. Mesmo assim, sigo estudando para concurso. Pode não dar em anda, mas pelo menos estou desenferrujando o cérebro. Scant, não acredito que seja tão fácil assim - "ah, é só fazer concurso e mudar de área ou de órgão", ainda mais se for para ir para um cargo top da administração federal (Receita, TCU, AGU, etc) ou algum fisco estadual, porque a concorrência é top também.

      Excluir
    9. se a concorrência é top, eu tb sou
      quanta frescura...

      Excluir
    10. p.s.: com mentalidade derrotista, ninguém progride.

      Excluir
  11. Mago, se não for invasão do seu espaço pessoal, poderia me dizer qual o emprego em que você trabalha?
    Eu estava perdendo a cabeça como programador (sou formado na área da TI, paga bem mas nem todo mundo suporta o estresse) e queria mudar de área.
    Ou estudar para concursos.
    Pensei em fazer um técnico de manutenção automotiva e pedir para estagiar numa oficina aqui perto de casa.
    Achei que eu me identificaria com TI já que sempre gostei de mexer com computadores e notebooks, mas parece que não deu muito certo hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, anon? Desculpe a demora em responder, tive uma semana difícil.

      Não vou dizer exatamente a minha profissão, mas eu me considero um "trabalhador comum de escritório" - fico o dia inteiro no computador preenchendo planilhas, respondendo emails, fazendo apresentações de powerpoint, escrevendo relatórios, atendendo telefones, cobrando coisas, controlando coisas incontroláveis, etc. No momento meu cargo é de gestão, o que significa que estou o tempo todo entre a bigorna e o martelo, tendo que lidar com subordinados (o que acho ruim e difícil) e responder a chefes.

      Eu estou há anos buscando formas de mudar de carreira, mudar de profissão, pois não gosto do que faço (acho que ninguém realmente gosta do que faz para ganhar dinheiro). Tenho estudado para concursos e espero conseguir passar e ficar em um cargo subalterno ou em um cargo puramente técnico, onde eu não mande em ninguém e só precise cumprir horário e sair na hora certa todo dia (odeio ficar até mais tarde). Outra ideia é montar um pequeno negócio, e é pra isso que eu escrevo minha série de posts sobre pequenos negócios, cada um deles é uma reflexão sobre ideias que eu realmente considero para largar meu emprego. Mas, para tal, preciso primeiro garantir uma renda passiva mensal mínima para pelo menos pagar minhas contas, e o que vier do negócio é lucro.

      Pena que você está frustrado com TI. Eu não sei se conseguiria dar conta de trabalhar com TI numa empresa, pois sinceramente acho muito chato, mas por outro lado, eu me vejo programando joguinhos indie e colocando à venda na Steam por poucos reais cada para ganhar uns trocados- eu vejo isso como uma maneira de complementar a renda e não para de fato viver disso, a não ser que eu desse muita sorte e algum jogo meu acabasse parando em algum canal famosinho de gameplay.
      A sua ideia de curso de mecânico de automóveis é interessante! Tente começar isso em paralelo com seu emprego. Eu penso nisso às vezes também, e também moro perto de uma oficina. Às vezes passo lá a caminho so trabalho e penso que ali poderia ser meu emprego dos sonhos (trabalho técnico e manual). Sei que a grama do vizinho é sempre mais verde, mas eu realmente considero que ser mecânico de automóveis é melhor do que trabalhar em escritório "no ar condicionado" (as pessoas superestimam esse ar condicionado!)

      Excluir
    2. https://twitter.com/joaopqcavalcan1/status/1534186263699398656?s=20

      Excluir
    3. Gosto bastante desses cruzados de direita do Scant!!! rs

      Excluir
    4. Deu página inexistente. Qual era a mensagem?

      Excluir
    5. acho que caiu
      a ideia era essa:
      https://www.youtube.com/watch?v=qA3CPHkR8EE

      Excluir
    6. Hm, ok. Realmente o cara trabalha em péssimas condições e em insalubridade total, mas se for seguir a linha de raciocínio proposta, nem ele pode reclamar do emprego dele, pois tem pessoas em situações ainda piores que as dele.

      Excluir
    7. "nem ele pode reclamar do emprego dele" nem ele, nem eu, nem vc.
      agradecer a Deus e seguir em frente

      Excluir
    8. Sim, agradecer a Deus e seguir em frente, o que não significa estagnar e permanecer em uma condição que nos seja desagradável. É por isso que estudo e aprendo novas habilidades, e com a graça de Deus irei conseguir mudar minha situação.

      Excluir